27 novembro 2012

Madeixas Californianas, Ombre e Balayage: O que escolher?

No verão, os nossos cabelos tentem a ficar com as pontas mais claras, dando-nos um ar mais leve. O problema é que, geralmente, esse clareamento vem associado a cabelo queimado e estragado, com poucas hipoteses de salvação e que geralmente acaba no chão do cabeleireiro...

Sempre gostei desse ar "surfista" (parece que passamos imenso tempo na praia!) e agora resolvi pintar! Eu, que nunca fiz madeixas e na adolescência apenas pintei umas vezes com aquelas tintas de supermercado que saem com não sei quantas lavagens... Vou arriscar, se não ficar bem, corta-se!

Uma amiga incentivou-me a fazer madeixas californianas... Comecei as minhas pesquisas e fiquei completamente baralhada! Termos como madeixas (ou mechas) californianas, ombre e balayage eram-me completamente estranhos e tive que ler bastante até perceber as diferenças! Para que vocês não tenham que fazer o mesmo, aqui vão as minhas conclusões:

Madeixas californianas: Consiste em pintar a parte de baixo do cabelo, criando um efeito "risca horizontal" bastante dramático. As duas cores, que podem ser contrastantes ou apenas a cor natural e um tom mais claro, ficam perfeitamente definidas.






Balayage: A palavra Balayage vem do francês "varrer". O especialista aplica a tinta com pincel sem recurso a touca ou folhas de aluminio, "varrendo" o cabelo com pequenas pinceladas no inicio e tornando a aplicação mais forte à medida que se vai aproximando das pontas, o que resulta num degradé subtil. Os americanos usam uma expressão que adoro para descrever este efeito,"sunkissed", ou seja, aquele tão desejado efeito natural. Como a variação face ao tom natural é subtil, não precisa de grande manutenção!





Ombre: A palavra também vem do francês e significa "2 tons". O efeito é muito semelhante, o que varia é a técnica usada embora em ambos usando o método "freehand", ou seja, mão livre. A grande diferença entre esta técnica e o balayage são as raízes. Enquanto no balayage o degradé parte da cor natural e vai aclarando suavemente, no Ombre a mudança de tom é menos subtil, criando um efeito mais dramático. Pode parecer que o cabelo foi pintado ou descolorado e depois se deixou crescer, porque o tom das raizes é mais contrastante. Resulta melhor em cabelos encaracolados ou com alguns jeitos do que em cabelos lisos.





Agora que já conhecem os vários métodos, está na hora de fazerem algumas perguntas a vocês próprias:

- Estou preparada para o efeito "raízes a crescer"?
- Quero uma coloração high maitenance ou low maintenance?
- Quanto quero alterar a minha côr natural?
- Como é que costumo pentear-me, liso ou ondulado?

Têm respostas? Então com certeza que já escolheram a vossa técnica de coloração! Eu estou a pensar num misto entre Balayage e Ombre... Depois mostro o resultado!

Boas experiencias,

Mi.

4 comentários:

  1. Respostas
    1. Sempre às ordens! :)Se resolver experimentar mande-nos uma foto do resultado!

      Beijinhos,

      Mi.

      Eliminar
  2. Respostas
    1. :D A grande causadora! Vai ficar o MÁXIMO!!

      Beijinhos,

      Mi.

      Eliminar